“Um Observatório da Violência no Namoro porque ela é real”

“Numa altura em que se fazem cada vez mais campanhas de sensibilização para a violência doméstica, a violência no namoro em específico parece continuar esquecida. Uma em cada quatro relações íntimas em contexto universitário envolve algum tipo de violência – verbal, física, sexual ou social –, mas os dados sobre esta realidade são escassos”.

Notícia no P3.

COMUNICADO

O Conselho Consultivo para as Questões LGBTI vem, por este meio, manifestar o seu total repúdio e a máxima preocupação face às últimas notícias que vieram a público sobre a existência de um campo de concentração para homossexuais na Chechénia, onde vários homens (supostos) gays ou bissexuais terão sido torturados, com recurso a choques elétricos e agressões múltiplas, levando, inclusivamente, alguns à morte.
Não podemos permitir que em pleno século XXI continuem a perpetuar-se atos de discriminação e crimes de ódio direcionados a esta população.
Esperamos que seja realizada uma investigação, para averiguação criteriosa dos factos, para que as pessoas ou entidades culpadas sejam responsabilizadas pelos seus atos, que configuram um flagrante desrespeito pelos Direitos Humanos.
Este Conselho está profundamente solidário com todas as pessoas vítimas e como tal fará soar a voz de quem não a pode usar, apoiando as iniciativas que vão realizar-se nomeadamente em Lisboa e no Porto.

A Presidente do Conselho Consultivo para as Questões LGBTI,
em nome de todos os conselheiros e conselheiras,

Paula Allen

Plano i lança Observatório da Violência no Namoro

Com o objetivo de mapear a realidade da violência no namoro em Portugal a Associação Plano i lança o Observatório da Violência no Namoro. Esta iniciativa surge no âmbito do Programa UNi+, desenvolvido em parceria com o ISMAI/Maiêutica e financiado pela Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Foi criado um questionário online para vítimas e testemunhas que pode ser preenchido aqui.

Workshop sobre Género e Media

Realiza-se no próximo dia 22 de abril o Workshop Género e Media, no âmbito do II Ciclo de Workshops da Associação Plano i.

Formadora: Carla Cerqueira (CECS/UMinho e ULP)

Público-alvo: Estudantes do Ensino Superior, Investigadores/as e Profissionais das áreas sociais e humanas (e.g., Psicologia, Criminologia, Sociologia, Serviço Social, Direito, Comunicação Social).

Inscrição obrigatória (vagas limitadas) até 19 de abril através do preenchimento do formulário disponível em https://docs.google.com/forms/d/1Ob9KLOvuKhuLZ6m5d74cXNg6t1kLO0E26txos6sSGPY/edit


Horário: 9h30m -13h/14h-17h30m

Local: Junta de Freguesia de Matosinhos – Edifício Sede.
Rua Augusto Gomes, 313. 4450-053 Matosinhos

Workshop gratuito para associados/as da Associação Plano i.
Para não associados/as o custo é de 15€.

O comprovativo do pagamento deve ser enviado para info@associacaoplanoi.org

Para mais informações consultar aqui.

A Fogueira da Discriminação – Leitura do livro e tertúlia

No âmbito da Semana da Interculturalidade, promovida pela EAPN Portugal, o Café do Molhe acolheu no passado dia 8 de abril de 2017, uma iniciativa da Plano i. Depois da leitura do livro A Fogueira da Discriminação, da autoria de Francisco Allen, a Vice-Presidente da Associação, Sílvia Gomes, dinamizou uma tertúlia alusiva às comemorações do Dia Internacional do/a Cigano/a.