“A pessoa que eu fui está enterrada na minha cabeça”

Reportagem no Jornal Público com a participação do Centro Gis.

“É um dilema típico da vida de quem faz cirurgias de reatribuição de sexo. Como manter um amor ou encontrar um novo? Que fazer ao passado? O estigma persiste, apesar de o corpo já condizer com a identidade de género. Quarta-feira é Dia Internacional Contra a Homofobia, a Lesbofobia e a Transfobia”.

Programa UNigualdade no Polo Vocacional do Colégio Júlio Dinis

A Associação Plano i dinamizou hoje, no âmbito do Programa UNigualdade, no Polo Vocacional do Colégio Júlio Dinis, no Porto, 2 workshops para cerca de 40 jovens entre os 17 e os 20 anos, sobre as questões da igualdade e da violência de género.

2.ª reunião do Grupo de Trabalho sobre a Igualdade de Género

A Associação Plano i participou, no dia 5 de maio, na 2.ª reunião do Grupo de Trabalho sobre a Igualdade de Género, promovido pela ANIMAR, no âmbito do Roteiro Cidadania em Portugal. A reunião decorreu no Centro de Cidadania Activa, em Setúbal, a sede da Cooperativa SEIES.

Colóquio – Pensar a Cidade nas Questões LGBTI

“No dia 17 de Maio comemora-se o Dia Internacional Contra a Homofobia, Lesbofobia e Transfobia. Nesta data, em 1990, a Organização Mundial de Saúde retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças, sendo que este dia passou a simbolizar a luta pelos direitos humanos, pela diversidade sexual e contra a violência e o preconceito. Em 2016, após aprovação por unanimidade no Parlamento, consagrou-se também o 17 de Maio como o Dia Nacional Contra a Homofobia e Transfobia em Portugal”.
Informações sobre o evento podem ser consultadas aqui.

 

“Um Observatório da Violência no Namoro porque ela é real”

“Numa altura em que se fazem cada vez mais campanhas de sensibilização para a violência doméstica, a violência no namoro em específico parece continuar esquecida. Uma em cada quatro relações íntimas em contexto universitário envolve algum tipo de violência – verbal, física, sexual ou social –, mas os dados sobre esta realidade são escassos”.

Notícia no P3.

“OBSERVATÓRIO DA VIOLÊNCIA NO NAMORO”

“No âmbito do Programa Uni+ (Programa de Prevenção da Violência no Namoro em Contexto Universitário), foi criado o Observatório da Violência no Namoro que tem como o objetivo mapear esta realidade em Portugal.

A iniciativa, financiada pela Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade e em parceria com o Instituto Universitário da Maia/Maiêutica, pretende também promover a consciencialização e o debate sobre este tipo de violência”.

Notícia no Jornal Universitário do Porto.

I Ciclo de Cinema comentado – “A ver vamos…”

A Associação Plano i, em parceria com o CCLGBTI, o Projeto Tudo Vai Melhorar e a Câmara Municipal de Matosinhos, promove o I Ciclo de Cinema comentado – “A ver vamos…”.

A primeira sessão será no dia 17 de maio de 2017, a propósito do DIA NACIONAL DA LUTA CONTRA A HOMOFOBIA E TRANSFOBIA.