O Grupo de Jovens Promotor da Igualdade e da Saúde é um projeto da Associação Plano i, que conta com 55 jovens das mais diversas áreas de formação e com idades compreendidas entre os 15 e os 25 anos.
Este Grupo está, de momento, a participar em ações de formação em diversas áreas: Direitos Humanos – diversidade social e étnica; igualdade de género e linguagem inclusiva de género; violência doméstica e de género, violência nas relações de intimidade e violência no namoro; assédio e violência sexual; bullying e ciberbullying; questões LGBTI – orientação sexual, identidade e expressão de género e caraterísticas sexuais à nascença; violência doméstica e violência de género contra pessoas LGBTI; saúde sexual e reprodutiva, planeamento familiar e direitos sexuais; e intervenção com populações particularmente vulneráveis.
Toda a formação é importante, uma vez que a educação é, sem dúvida alguma, a resposta mais eficaz aos ataques aos Direitos Humanos. Isto é o que define em teoria o grupo, mas a pergunta mais importante é: Quem somos?
Bem, o mais bonito desta, ainda curta experiência, é que encontramos no grupo um lugar seguro, de amor, empatia, respeito, solidariedade, igualdade, equidade e acima de tudo um lugar onde temos uma voz. Cada pessoa encaixa como um puzzle e juntos e juntas, formamos uma força que sabe, perfeitamente, o lugar que quer ocupar, que voz quer fazer ouvir – sempre com garra e em uníssono – produto, claro está, do debate saudável, informado e de uma vasta pluralidade de ideias.
Este lugar é o lugar da Humanidade. Somos um futuro que lutará, sempre, por fazer do mundo, um mundo melhor, mas que, principalmente, lutará, para ser, ele próprio, um futuro constituído por pessoas melhores. 

O logo do Projeto Grupo de Jovens Promotor da Igualdade e da Saúde é da autoria de Marta Correia.

O Grupo de Jovens Promotor da Igualdade e da Saúde é um projeto da Associação Plano i, que conta com 55 jovens das mais diversas áreas de formação e com idades compreendidas entre os 15 e os 25 anos.
Este Grupo está, de momento, a participar em ações de formação em diversas áreas: Direitos Humanos – diversidade social e étnica; igualdade de género e linguagem inclusiva de género; violência doméstica e de género, violência nas relações de intimidade e violência no namoro; assédio e violência sexual; bullying e ciberbullying; questões LGBTI – orientação sexual, identidade e expressão de género e caraterísticas sexuais à nascença; violência doméstica e violência de género contra pessoas LGBTI; saúde sexual e reprodutiva, planeamento familiar e direitos sexuais; e intervenção com populações particularmente vulneráveis.
Toda a formação é importante, uma vez que a educação é, sem dúvida alguma, a resposta mais eficaz aos ataques aos Direitos Humanos. Isto é o que define em teoria o grupo, mas a pergunta mais importante é: Quem somos?
Bem, o mais bonito desta, ainda curta experiência, é que encontramos no grupo um lugar seguro, de amor, empatia, respeito, solidariedade, igualdade, equidade e acima de tudo um lugar onde temos uma voz. Cada pessoa encaixa como um puzzle e juntos e juntas, formamos uma força que sabe, perfeitamente, o lugar que quer ocupar, que voz quer fazer ouvir – sempre com garra e em uníssono – produto, claro está, do debate saudável, informado e de uma vasta pluralidade de ideias.
Este lugar é o lugar da Humanidade. Somos um futuro que lutará, sempre, por fazer do mundo, um mundo melhor, mas que, principalmente, lutará, para ser, ele próprio, um futuro constituído por pessoas melhores. 

O logo do Projeto Grupo de Jovens Promotor da Igualdade e da Saúde é da  autoria de Marta Correia.