O conceito do Ponto Lilás tem como referência o modelo de intervenção implementado em festivais de música eletrónica e em festas populares em Espanha. Surge assim, em Portugal, como uma estrutura de proximidade, que promove a disponibilização de informação e atua na prevenção e intervenção em situações de violência sexual, deslegitimação de práticas sexistas e promoção de um lazer noturno mais seguro e igualitário em eventos de grande dimensão, designadamente aqueles que ocorrem em contexto académico.

O Ponto Lilás resulta de uma parceria estratégica entre três organizações que convergem na sua intenção de prevenir e atuar sobre situações de violência sexual e outras situações de violência de género como violência no namoro:

O logo do Ponto Lilás é da autoria do ilustrador Nicolau.

O conceito do Ponto Lilás tem como referência o modelo de intervenção implementado em festivais de música eletrónica e em festas populares em Espanha. Surge assim, em Portugal, como uma estrutura de proximidade, que promove a disponibilização de informação e atua na prevenção e intervenção em situações de violência sexual, deslegitimação de práticas sexistas e promoção de um lazer noturno mais seguro e igualitário em eventos de grande dimensão, designadamente aqueles que ocorrem em contexto académico.

O Ponto Lilás resulta de uma parceria estratégica entre três organizações que convergem na sua intenção de prevenir e atuar sobre situações de violência sexual e outras situações de violência de género como violência no namoro:

O logo do Ponto Lilás é da autoria do ilustrador Nicolau.